©
Sou um livro gigante, cheio de folhas escritas com palavras tortas, meio rabiscado, cheio de erros e cansativo demais para ser lido até o fim.
Fernanda Gomes. (via sou-inseguro)
Eu ando muito infeliz, este é um segredo que conto só para você: eu tenho achado, devagarinho, cá dentro de mim, em silêncio, escondido, que nem gosto mais muito de viver, sabia?
Caio Fernando Abreu.   (via sou-inseguro)
Você é uma daquelas chances boas que a vida não me daria duas vezes.
Camila Costa.    (via sou-inseguro)
É curioso que a vida, quanto mais vazia, mais pesa.
Céu  (via versos-de-janeiro)
Eu vou segurar a sua mão, vou te ajudar a remar quando as águas ficarem turbulentas. Mas eu nunca vou deixar o nosso barco se perder, naufragar. E se por acaso tudo ficar complicado demais, eu te abraço até o mar se acalmar. Eu te dou todas as certezas do mundo de que se você vier e que quando tudo isso passar, estaremos em um lugar seguro. Mas você tem que me prometer que não vai desistir no meio do caminho, querer deixar a embarcação ou até mesmo querer remar sozinho. E se tudo parecer perdido me dê um pouco da sua atenção. Eu vou te fazer entender que tudo o que temos consegue ser maior que todos os males que o mar tende a oferecer. Porque o nosso amor é como uma âncora. Ela vai tratar de manter o nosso barco seguro nos momentos de tempestade.
Restos de Um Naufrágio.  (via sou-inseguro)
Escrevo porque sou uma desesperada e estou cansada, não suporto mais a rotina de me ser e se não fosse sempre a novidade que é escrever, eu me morreria simbolicamente todos os dias.
Clarice Lispector.  (via nobroke)